Logotipo da Polícia Militar do Estado de São Paulo

VOCÊ PODE CONFIAR

Secretaria de Estado dos Negócios
da Segurança Pública

Ilha Anchieta, Rebelião, Fatos e Lendas


Autor

Samuel Messias de Oliveira


Sinopse

O livro “ILHA ANCHIETA”, Rebelião, Fatos e Lendas, traz ao leitor reminiscência de tempo idos e vividos , por um pessoal que deixou muita saudade e que, apesar da trágica, é muito importante para que os leitores tomem conhecimento do que foi a REBELIÃO, que mobilizou, não só a Polícia Militar da região, como também o 6º BC de Santos, a Polícia Militar Fluminense, a Polícia Marítima e o Exército, culminando com mortes desnecessárias, mas que aconteceu, e que tem de ficar em nossa recordação, indelével.

Trata-se de um documento espetacular sobre a Ilha Anchieta,uma obra de muito capricho, muito boa vontade, fruto de uma pesquisa incansável do ambiente daquela época. Pesquisa esta, toda realizada através de um estudo profundo dos anais da própria história e da Polícia Militar, mas com um estilo, comparado a Edgar Alan Pöe.

Agatha Christie e Edgar Wallace, famosos escritores policiais, lembrando também, o filme “Ilha do Diabo Papilon” – (Borboleta), do escritor Henri Charrière, narrando a fuga de um preso daquele presídio francês, nas Guianas, por sinal ele próprio.

Foram tempos que não deverão voltar jamais. Trazem muitas tristezas aos corações, pelas pessoas que desapareceram bruscamente. Muitos em plena juventude, pois eram soldados jovens que executavam um trabalho de muita responsabilidade diante da opinião pública. O ocorrido foi o resultado de uma convivência muito próxima entre presos e policiais que, como não se esperava, de uma hora para outra , eclodiu na “REBELIÃO”...

Temos a Ilha como uma passagem esmaecida...de tempo que se foram.

Que a Ilha Anchieta seja sempre um paraíso ecológico e que, essa imagem triste, vá aos poucos desaparecendo da mente das pessoas. Mas que permaneça o respeito e o reconhecimento àqueles que em cumprimento ao seu dever, deram a própria vida...

Voltar