Logotipo da Polícia Militar do Estado de São Paulo

VOCÊ PODE CONFIAR

Secretaria de Estado dos Negócios
da Segurança Pública

Contra Ataque: Medidas Antibomba


Autor

Ten Cel Mascarenhas


Sinopse

Os atentados ou ameaças de bomba podem ocorrer em qualquer lugar e a qualquer tempo. Durante os períodos de agitações políticas, situações de greves, demonstrações estudantis etc., tais episódios tendem a aumentar.

As bombas podem ser construídas para parecer com quase tudo e podem ser colocadas ou enviadas de diversas formas. A probabilidade de encontrar uma bomba estereotipada é quase inexistente. O único denominador comum que existe entre bombas é que são construídas para explodir.

A maioria das bombas são artesanais, e só são limitadas em seu projeto pela imaginação dos construtores da bomba e os recursos disponíveis.

Como acontece com outros fatos policiais, depois que alguma bombas explodiram numa determinada localização, a polícia poderá receber cartas ou avisos telefônicos a respeito da existência de outras bombas colocadas ou mesmo apenas ameaças da existência de bombas.

Estas últimas caracterizam o que classificamos de "terror psicológico", pois envolvem toda uma situação real de procedimentos técnicos e científicos - mas o objetivo primordial não é a explosão, e sim a quebra da rotina do alvo que conseqüentemente, gerará os efeitos premeditados pela crise.

É um paradoxo, porém fato verdadeiro que o progresso humano se realiza mais rapidamente, sem limitações legais ou econômicos, quando sua aplicação imediata consiste na mais eficaz destruição da humanidade, especialmente quando esta triste experiência se apresenta pela utilização de artefatos explosivos, utilizados na prática do terrorismo.

Esse tipo de terrorismo, que a humanidade procura por todos os meios extirpar, já foi responsável pela morte de milhões de pessoas inocentes em todo o mundo. Todavia, temos infelizmente de conviver com ele, combatendo-o em todas as frentes, usando de todos os recursos legais necessários para evitá-lo e puni-lo.

Voltar